Programa Valorizando a Pele

 

Você conhece o Programa Valorizando a Pele? Ele foi criado em 2019, sob o comando da Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco e do Sebrae-PE, na expectativa de aperfeiçoar e escoar a venda de produtos derivados do couro da ovinocultura, da caprinocultura e tilápia. O Estado é o segundo do Nordeste na produção de caprinos e ovinos e o primeiro no ranking de tilápia. O mercado de peixes – que é mais diversificado e complexo – também tem uma posição de destaque. No Brasil, a tilápia é a espécie mais cultivada e o Estado pernambucano ocupa o primeiro lugar no ranking nordestino, com a produção de 20,5 mil toneladas ao ano.


É neste contexto que o ‘Valorizando a Pele’ visa profissionalizar a confecção e comercialização de produtos derivados de couro de caprinos, ovinos e tilápia. Os municípios beneficiados pelo programa são Floresta, Petrolândia e Tacaratu e os empreendimentos já estão selecionados. O objetivo é gerar emprego e renda no Sertão de Itaparica, de modo que a região sertaneja se consolide em explorar os derivados da pele dos animais. O programa beneficia 30 empreendimentos.

Designer
: Régi Silva