Perfil de quem representa todos os secretários do Trabalho do Brasil
Sex, 08 de Outubro de 2021 13:57

Perfil do novo presidente do Fonset, Alberes Lopes


Com incentivo do secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação,  Alberes Lopes, a busca por qualificação e geração de renda se transformou na pauta prioritária dos municípios pernambucanos, como saída para conter a crise nos empregos causada pela pandemia. Somente neste ano (2021), ele se encontrou com mais de 30 prefeitos, além de deputados estaduais e federais. Os gestores vieram pessoalmente à sede da SETEQ ou receberam o secretário em seus municípios com uma agenda urgente: qualificar os trabalhadores. A romaria de visitas mais que dobrou o número de reuniões do secretário, em relação ao primeiro ano de sua gestão, em 2019, quando foi indicado pelo governador Paulo Câmara para o cargo.


A abertura do gabinete a visitas constantes sinalizam o hábil perfil político do secretário estadual, que é filiado ao PDT e sempre viaja aos municípios pernambucanos pelo menos uma vez por semana. Pode-se dizer que, como novato no Poder Executivo estadual, ele se destacou com habilidade política e uma excelente capacidade de estabelecer vínculos, gerando influência.


Alberes tem uma relação excelente com os dirigentes do Sistema S, onde exerce um cargo de liderança como conselheiro do Sebrae e Senac e diretor da Fecomércio, o que facilita o diálogo com a entidade. Até prefeitos da oposição guardam os palanques quando se reúnem com o secretário estadual.


Alberes Lopes também se destaca pela persistência e diálogo com os contrários. Para se ter uma ideia, o maior desafio do secretário foi os dois primeiros meses subsequentes ao início da pandemia em 2020 - abril e maio -, quando mais de 50 mil pessoas perderam seus empregos em Pernambuco, um cenário que se repetiu em vários Estados do Brasil. A pandemia quebrou um ritmo de crescimento econômico estadual, que abriu janeiro de 2020 gerando um saldo de quase 10 mil empregos.

Na primeira onda da Covid-19, no auge do pânico e da falta de informações sobre a doença, ele tratou o momento com sensibilidade, apresentando projetos para ajudar no resgate da autoestima do trabalhador e da trabalhadora. Na segunda semana da quarentena, em março, ainda como vice-presidente do Fonset, representando o Nordeste, o secretário cobrou, junto ao Ministério da Economia, a agilidade do governo federal na liberação do auxílio-emergencial de R$ 600, somando-se à voz de parlamentares nordestinos.

Neste período, a primeira iniciativa da pasta estadual, sob seu comando, foi lançar de imediato cursos de Ensino a Distância para qualificar os trabalhadores para o mercado de trabalho. Com apoio da SETEQ, também foram criadas parcerias com o Sistema S para doação de máscaras e alimentos a pessoas de baixa renda. E ainda foram lançados créditos especiais, por meio da Agência de Empreendedorismo, para os segmentos mais atingidos pela pandemia, entre eles o turismo, a odontologia, o comércio de praia, entre outros. “O governo Paulo Câmara não ficou parado em nenhum momento”, disse.

Também em 2020, o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação assumiu a coordenação do Grupo de Trabalho (GT) que debateu a reativação para voos comerciais do  Aeroporto Oscar Laranjeira, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Com o empenho do Governo do Estado, o apoio de parcerias privadas e do deputado federal Wolney Queiroz, via emenda parlamentar, o trabalho do GT resultou na reabertura do aeródromo no ano passado. Além de Alberes, o grupo de trabalho era formado pela secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos de Pernambuco, Fernandha Batista, pelo secretário do Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes, e pelo então secretário do Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Bruno.


2019 -  No início da gestão, em 2019, Alberes também fez uma iniciativa inédita em Caruaru, convocando uma audiência pública para discutir o desenvolvimento econômico do Agreste. Ele fez o mesmo em Nazaré da Mata. O gesto foi pioneiro, porque a ordem natural era o secretário ser convocado pelos deputados e participar da audiência sob pressão.

Alberes Lopes também visitou o polo têxtil em momento de dificuldade, quando a Feira da Sulanca, em Caruaru, passou por um incêndio e vários trabalhadores perderam suas mercadorias. A Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco liberou um ticket no valor médio de R$ 15 mil, em uma linha especial de crédito para os comerciantes atingidos, cerca de 40 pessoas. Em 10 de outubro de 2019, ao lado do governador Paulo Câmara, foi lançado pela sua pasta o Crédito Popular, uma linha de crédito fácil e rápida destinada a investimentos produtivos e micro empreendedores. Atualmente, o valor é de R$ 5 mil.


No início de sua gestão, o secretário visitou todas as Agências do Trabalho do estado para conversar com os servidores e saber das principais demandas de cada região. Foi a partir dessa visita, inclusive, que a ideia de criar as Centrais de Oportunidade de Pernambuco foi sendo idealizada.


Alberes Lopes tem 39 anos, também é diretor para Assuntos de Crédito da Fecomércio-PE (2018-2022), o que lhe permite um grande trânsito com o Sistema S. Ele é formado em administração de empresas, foi presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas - CDL Jovem de Caruaru (2010-2014); diretor Legislativo do Sindicato dos Lojistas do Comércio de Caruaru (2010-2014) e presidente do SINDLOJA (2014-2018). De 2014 a 2018, também foi diretor para assuntos tributários da Fecomércio e conselheiro do SENAC/PE (2014-2018). Também exerceu cargo de Diretor-Presidente na empresa Salão da Moto Ltda. (2001-2018).


O atual titular da pasta do Trabalho nasceu em Caruaru, foi presidente da Câmara de Vereadores de Ibirajuba (2009 a 2010 e 2011 a 2012) e vereador (2009 a 2012 e 2013 a 2016). É também diretor institucional do Sindloja Caruaru e integrante da Câmara Brasileira do Comércio de Peças e Acessórios para Veículos (CBCPAVE).

Texto: Aline Moura/SETEQ
Foto: Samuel Calado/SETEQ