Abertura de pequenas empresas bateu recorde no primeiro semestre de 2021
Ter, 05 de Outubro de 2021 15:03

 

Laura Martiniano
@seteqgovpe

 

Empreender tem sido uma alternativa eficiente para muitos brasileiros na hora de complementar a renda e atingir a emancipação financeira. Para obter sucesso num empreendimento, é necessário coragem, criatividade, esforço e entusiasmo, portanto, manter uma empresa não é uma tarefa fácil. Apesar dos impasses na hora de abrir um negócio próprio, a atitude dá frutos, que refletem tanto na vida do empresário, quanto na economia do Estado e do país. A  abertura de pequenas empresas bateu recorde no primeiro semestre de 2021 e foi o maior desde 2015, segundo levantamento do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Ao todo, 2,1 milhões de negócios desse segmento foram abertos nos seis primeiros meses deste ano, 35% a mais do que o registrado no mesmo período de 2020.

 

De olho na relevância desse trabalho, é possível reconhecer a importância da data de hoje. O dia escolhido não foi por acaso, ele representa a Lei nº 9.841/1999, que criou o Estatuto da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, sancionada há exatos 22 anos. Essa lei teve como objetivo juntar assuntos de interesse das microempresas e simplificar o tratamento delas em diversos campos. Valorizar os indivíduos que optam pelo caminho do empreendedorismo e garantir um cenário cada vez mais favorável para a continuidade dos negócios, tendo em vista todos esses dados, deve ser uma das prioridades de um governo.

 

O Expresso Empreendedor, da Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação, é um serviço que visa auxiliar os empreendedores pernambucanos na abertura e na manutenção de uma empresa, ajudando a garantir seu futuro. Por meio dele, é possível formalizar um MEI (Microempreendedor Individual) e participar de palestras, cursos e oficinas para abertura de empresas e emissão de documentos, por exemplo. Um microempreendedor formalizado pode se aposentar por idade ou invalidez, ter acidentes cobertos pelo seguro, e conseguir créditos para investir no negócio. A Agência de Empreendedorismo é outro serviço fornecido pela SETEQ. É por intermédio dela que microcréditos podem ser adquiridos pelos empreendedores.  De outubro de 2019 a 12 de agosto de 2021, 13,8 mil pessoas foram beneficiadas em Pernambuco com microcrédito.

 

A Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação comemora a data com todos os empreendedores pernambucanos. Veja o endereço dos nossos expressos no link ao lado. https://www.seteq.pe.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=5880&Itemid=167