“Eu antes não sabia nem fazer um ovo”
Qua, 07 de Julho de 2021 15:03

 



Por Aline Moura/SETEQ

Formado em História, Aíldenes Valdevino é um dos alunos que concluiu o curso de culinária básica no município de Panelas. Aos 41 anos, ele se interessou em aprender a cozinhar para dividir de forma mais solidária as tarefas de casa com a esposa. Mas a vida, para ele, é uma caixa de surpresas. Ele não descarta, no futuro, se aperfeiçoar e abrir o próprio negócio para ganhar uma renda extra com alimentação.

 

Atualmente, ele trabalha no Sindicato Rural da cidade. “Eu não sabia nem fazer um ovo, era difícil para mim. Eu aprendi a fazer caldo verde, torta de abacaxi, entre outras coisas e sei que qualquer um desses produtos pode gerar uma renda extra para a família”, declarou.

 

Aíldenes foi o único homem a realizar o curso de culinária básica oferecido pela Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação. Ele contou ter se sentido um peixe fora d 'água, num ambiente onde predominava mulheres, porém depois se adaptou e construiu boas relações profissionais.

 

“A qualificação hoje é muito importante devido à pandemia que estamos vivendo. Hoje, a tendência da venda de comida por Delivery é aumentar. O certificado do Estado foi um grande prêmio. Representa que você pode trabalhar em qualquer lugar do Brasil, não é todo mundo que pode fazer um curso como esse. A qualificação, além de ser uma porta de entrada, é seu cartão de visita”, declarou.

Foto: Samuel Calado/Vídeomaker