Número de profissionais cadastrados como MEI cresce quase 1.600% em Caruaru
Seg, 22 de Março de 2021 16:22

 

_Em 2010, existiam 1.159 profissionais cadastrados, enquanto em 2020, a cidade passou a ter 18.426_



O número de Microempreendedores Individuais (MEI) em Caruaru cresceu quase 16 vezes em uma década ou cerca de 1.600%. Em 31 de dezembro de 2010, a capital do Agreste tinha 1.159 profissionais formalizados. Já no último dia do ano de 2020, os números saltaram para 18.426 MEIs, 54% do Agreste Central, uma média de adesão de 1,5 mil por mês.  Os dados apurados pela SETEQ mostram que ainda há espaço para que mais trabalhadores informais busquem algum tipo de segurança e se cadastrem como MEI. Caruaru é conhecida nacionalmente e se destaca pelo comércio de confecções e de artesanato - inserida no pólo de confecções e considerada maior Centro de Artes Figurativas da Américas.

O município ostenta a melhor posição de cadastros em MEI do Agreste Central, região que tinha 34.098 inscritos até o réveillon de 2020. Dentre os seis Expressos Empreendedores de Pernambuco - todos vinculados à Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação - o de Caruaru também se apresenta como carro chefe do Estado. Somente em janeiro e fevereiro, o Expresso Empreendedor do município, coordenado por Almir Barbosa, prestou mais de 8 mil serviços aos empreendedores, batendo o recorde de atendimentos. A unidade vai funcionar apenas remotamente neste período de quarentena, mas quem tiver dúvidas, pode ligar WhatsApp (81) 98926.3326. Neste mês de março de 2021, já existem 19.071 pessoas como MEI em Caruaru.

 

Para o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, o número de MEIs tende a aumentar, à medida que as pessoas tomem conhecimento dos benefícios. “Quem se formaliza, pode vender para o governo, ter CNPJ, obter acesso a produtos e serviços bancários, como crédito, ter baixo custo mensal de tributos, como INSS, ISS ou ICMS, além de contar com benefícios previdenciários, aposentadoria por idade ou por invalidez, auxílio-doença, salário-maternidade, pensão por morte (para a família)”, disse Alberes.

 

Segundo o secretário, o Agreste Central, região onde Caruaru se inseriu, também tem muito potencial de crescimento do número de MEIs, mas ele frisa que poucas pessoas ainda desconhecem as vantagens. Ele cita o município de Ibirajuba, onde já morou. Lá, em 2010, só havia 1 MEI. Em 2020, passou a ser 59.   Veja abaixo, os dados de todo o Agreste Central.



Total de MEI em 31 de dezembro de 2010 Total de MEI em 31 de dezembro de 2020


MUNICÍPIO

AGRESTINA - 30 456

ALAGOINHA - 7 168

ALTINHO - 22 335

BARRA DE GUABIRABA - 37 258

BELO JARDIM - 102 2427

BEZERROS - 71 1420

BONITO - 28 761

BREJO DA MADRE DE DEUS - 36 925

CACHOEIRINHA - 11 252

CAMOCIM DE SAO FELIX - 1 243

CARUARU - 1.159 18426

UPIRA - 42 681

GRAVATA - 201 3079

IBIRAJUBA - 1 59

JATAUBA - 8 125

LAGOA DOS GATOS - 4 176

PANELAS - 61 375

PESQUEIRA - 110 1609

POCAO - 8 120

RIACHO DAS ALMAS - 12 330

SAIRE - 1 216

SANHARO - 7 401

SAO BENEDITO DO SUL - 16 111

SAO CAITANO - 22 814

SAO JOAQUIM DO MONTE - 6 214

TACAIMBO - 4 117