Seteq fará qualificação em comunidade onde as mulheres são mais vulneráveis
Qua, 13 de Março de 2019 13:37

 

Presidente da Comissão da Mulher na Assembleia Legislativa, a deputada estadual Gleide Ângelo visitou, nesta quarta-feira (13), a Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação, onde foi recebida pelo secretário titular da pasta, Alberes Lopes, e pelos executivos Adriana Queiroz e Álvaro Jordão. No encontro, a deputada sugeriu ao secretario que fossem oferecidos cursos de qualificação às mulheres pernambucanas, especialmente àquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade, nos lugares chamados “pontos quentes”. Nesses locais, de acordo com a deputada, há necessidade urgente de as mulheres se fortalecerem, profissionalmente e emocionalmente, para saírem de uma situação de violência doméstica.

O encontro foi presenciado por outros gerentes da pasta estadual e do gabinete da deputada. Na reunião, um local do Recife foi escolhido para ser o projeto piloto e vai ser divulgado posteriormente. O bairro será visitado por profissionais da Seteq para que as próprias mulheres da comunidade possam sugerir um curso de capacitação, uma qualificação que possa ajudá-las a se inserir no mercado de trabalho, caso elas queiram.

O bairro já foi definido, mas só será anunciado posteriormente. “Muitas mulheres continuam morrendo e apanhando porque não têm como se sustentar, não podem sair de casa. Defendemos que elas empreenderam, criem cooperativas e façam cursos, especialmente em alguns bairros”, declarou a deputada.  

De acordo com o secretário Alberes Lopes, a comunidade escolhida será visitada para que não seja oferecido qualquer curso, mas um que se adeque ao perfil das mulheres que forem participar. “Essa visita da deputada foi muito importante, porque ela nos informou sobre a realidade de algumas mulheres e queremos dar esse apoio para elas. As políticas públicas são muito importantes e vamos direcionar essas qualificações para atender a essas demandas. Isso vai fazer com que se reduza a violência contra a mulher e dar mais oportunidades a elas. Elas precisam de uma atenção especial, que o governador Paulo Câmara já está direcionando e estamos atentos”, declarou o secretário.

 

Texto e Foto : Aline Moura